Brasil avança, mas ainda há muito a melhorar, diz Fishlow

Quando o economista americano Albert Fishlow está no Brasil, se sente em casa. Há quase meio século, dedica-se a estudar o país com lentes apaixonadas, sem abrir mão da crítica. Professor emérito da Universidade Columbia, de Nova York, acaba de publicar, aos 74 anos, um livro destinado a se tornar a herança intelectual mais preciosa de sua longa convivência com os problemas e os desafios brasileiros. Em “O Novo Brasil – As Conquistas Políticas, Econômicas, Sociais e nas Relações Internacionais”, vasculha o que de mais importante ocorreu no país do fim do regime militar até o encerramento do governo Lula. Faltou apenas a área cultural. Não é por cultivar antigos e sólidos laços de amizade com expoentes do PSDB – foi, por exemplo, o orientador, na Universidade da Califórnia em Berkeley, do doutorado do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan -, que se constrange em apontar os êxitos da era Lula. Com a ressalva de que os últimos dois mandatos não representaram uma ruptura com as políticas dos dois anteriores, mas uma continuação.

Íntegra: Artigo 59 – 01 – 03 -11

 

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: