As despesas vão cair em proporção do PIB

O ajuste fiscal anunciado ontem pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, prevê um aumento de 13,8% da receita líquida do governo federal (depois das transferências para Estados e municípios) este ano em relação a 2010. Para fazer esse cálculo, excluiu-se o valor arrecadado pelo Tesouro Nacional com a cessão onerosa do pré-sal para a Petrobra s, que rendeu R$ 74,8 bilhões. Essa receita foi extraordinária e não vai se repetir. Portanto, ela não pode entrar no cálculo, do contrário a comparação entre os dois anos ficaria distorcida.

Íntegra: Artigo 58 – 10 – 02 -11

 

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: