A economia a partir de 2011

“Não é a velocidade que mata, mas a parada brusca” foi a frase inicial de um dos meus primeiros artigos acadêmicos (Currency crises and collapses, Brookings Papers on Economic Activity, 1995). Nem sempre percebemos a importância do momento. A expressão “parada brusca” (sudden stop) acompanhou dezenas de crises econômicas e ganhou fama. Na verdade, foi criação do famoso professor Dornbusch, falecido prematuramente, que gentilmente convidou seu então aluno de doutorado para ser coautor do artigo.

Texto na íntegra aqui: Artigo 36 – 04 -01 -11

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: