Meirelles: banco panamericano influiu na decisão de manter juros

O Banco Central (BC) já sabia que existiam “inconsistências contábeis” – que depois descobriu-se serem os R$2,5 bilhões de rombo no banco PanAmericano – no sistema financeiro nacional desde o fim do primeiro semestre deste ano. Essa questão foi um dos aspectos que pesaram nas decisões do Comitê de Política Monetária (Copom) de julho – quando a Taxa Selic foi elevada em meio ponto percentual, para 10,75% ao ano – e setembro, quando os juros foram mantidos.

Texto na integra aqui: Artigo 23 – 26 -11 -10

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: