Adeus à tranquilidade

Segue um artigo do Professor Delfim mostrando como é formada a estrutura de mercado do minério de ferro. Ele argumenta que as alterações recentes nas regras – os contratos passam a ser reajustados trimestralmente ante reajustes anuais – devem aumentar a volatilidade dos preços dos minérios impactando em outros preços.

HÁ PELO MENOS quatro décadas vigorou o processo de estabelecer contratos individuais por um ano para o preço FOB do minério de ferro entre as grandes mineradoras e as siderúrgicas europeias e japonesas. A ele aderiram outros países, inclusive a China. O sistema serviu durante todo esse tempo aos interesses dos produtores (evitando a competição predatória) e dos consumidores, dando-lhes a “garantia” da oferta física com preços previsíveis.

O artigo completo pode ser visto aqui: Artigo 1 – 14-04-10

Abs

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Hugo  On 04/14/2010 at 22:48

    Professor,

    Eu sou aluno da turma de gestor do Obcursos.
    Estou com algumas dúvida e gostaria de saber se o sr. poderia me ajudar.
    As dúvidas são as seguintes:

    1- Por que a transferência líquida de recursos para o exterior não engloba a balança de serviços fatores e a renda líquida recebida (e enviada) ao exterior engloba e vice versa?

    2- Por que uma das identidades aborda a BC e a outra a TU?

    Você me indicaria algum texto para me ajudar a resolver esta dúvida?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: